Notícias

  • Segurança Social cria 195 novas vagas de habitação para pessoas em situação de sem-abrigo na Área Metropolitana de Lisboa

    A Segurança Social, através do Centro Distrital de Lisboa, assinou no dia 14 de fevereiro, seis Protocolos Inovadores Housing First e Apartamentos Partilhados para pessoas em situação de sem abrigo na Área Metropolitana de Lisboa. Os protocolos foram assinados com as Instituições Associação para o Estudo e Integração Psicossocial (Lisboa), Crescer na Maior – Associação de Intervenção Comunitária (Lisboa e Loures), ABLA – Associação de Beneficência Luso-Alemã (Cascais), AVA – Associação Vida Autónoma (Sintra) e a Comunidade Vida e Paz (Odivelas).

    “Quem vê uma cara, não vê uma vida!”O Centro Social de Paramos, através do projeto UmaVida, lança hoje a campanha de sensibilização “Quem vê uma cara, não vê uma vida!” Cada pessoa em situação de sem-abrigo é UmaVida, uma história, um ser humano. Podia ser a sua história! Para ouvir e ver com o coração. Os nossos agradecimentos a Miguel Maia e Pedro Lamares pela gentil associação a esta campanha!

  • Quem vê uma cara, não vê uma vida

    Campanha de sensibilização

    “Quem vê uma cara, não vê uma vida!”O Centro Social de Paramos, através do projeto UmaVida, lança hoje a campanha de sensibilização “Quem vê uma cara, não vê uma vida!” Cada pessoa em situação de sem-abrigo é UmaVida, uma história, um ser humano. Podia ser a sua história! Para ouvir e ver com o coração. Os nossos agradecimentos a Miguel Maia e Pedro Lamares pela gentil associação a esta campanha!

  • NOVO PRAZO - Abertas as candidaturas para Housing First e Apartamentos Partilhados

    Abertas as candidaturas para Housing First e Apartamentos Partilhados

    Promoção do acesso a habitação para pessoas em situação de sem-abrigo: Housing First e Apartamentos Partilhados

  • Braga no centro das políticas europeias de resposta às pessoas em situação de sem-abrigo

    A Winter School, uma iniciativa integrada no projecto europeu ROOF – Ending Homelessness realizou-se nos dias 3, 4 e 5 de Março em formato online

    A Winter School, uma iniciativa integrada no projecto europeu ROOF – Ending Homelessness realizou-se nos dias 3, 4 e 5 de Março em formato online.

  • I Conferência Nacional Housing First

    A Rede Nacional Housing First em colaboração com a Câmara Municipal de Leiria realizou a I Conferência Nacional Housing First no dia 27 de Janeiro de 2021.

    Contou com a inscrição de mais de 300 participantes de todo o país, entre organizações e entidades públicas e privadas, autarquias e NPISA’s.

  • Protocolos com associações criam habitações para pessoas em situação de sem abrigo

    Até ao final do ano serão celebrados protocolos com instituições para encontrar casa para 580 pessoas atualmente sem abrigo

    Até ao final do ano serão celebrados protocolos com instituições para encontrar casa para 580 pessoas atualmente sem abrigo

  • Lisboa abre quinto centro de acolhimento de emergência para sem-abrigo

    O quinto centro de acolhimento de emergência para sem-abrigo será na Pousada da Juventude do Parque das Nações

    O quinto centro de acolhimento de emergência para sem-abrigo será na Pousada da Juventude do Parque das Nações

  • Tavira distribui refeições por quem mais precisa e dá alojamento aos sem-abrigo

    Medidas de apoio tomadas em tempos de pandemia

    Medidas de apoio tomadas em tempos de pandemia

  • Évora. Monte alentejano transformado em centro de acolhimento para sem-abrigo

    Habituado a utilizações variadas, mais no âmbito da cultura, o equipamento municipal volta a abrigar pessoas vulneráveis.

    Habituado a utilizações variadas, mais no âmbito da cultura, o equipamento municipal volta a abrigar pessoas vulneráveis.

  • Rastreio aos lares do Porto já foi alargado a instituições para cidadãos com deficiência e sem-abrigo

    Além das 3500 pessoas que já foram testadas nos lares da cidade e do programa continuar por mais alguns dias, até todos estarem rastreados, a Câmara do Porto, com o apoio dos Agrupamentos de Saúde da cidade, estendeu a ação às instituições dedicadas a cidadãos com deficiência e a pessoas em situação de sem abrigo.

    Além das 3500 pessoas que já foram testadas nos lares da cidade e do programa continuar por mais alguns dias, até todos estarem rastreados, a Câmara do Porto, com o apoio dos Agrupamentos de Saúde da cidade, estendeu a ação às instituições dedicadas a cidadãos com deficiência e a pessoas em situação de sem abrigo.