Notícias

  • Marcelo na cantina dá almoço a sem-abrigo

    "Eu sei que não pode fazer milagres, mas pode tentar ajudar os utentes desta casa. Não chega uma comida quente. Muitos comem e vão para a rua, sem esperança e sem sonhos para construírem as suas vidas".

    "Eu sei que não pode fazer milagres, mas pode tentar ajudar os utentes desta casa. Não chega uma comida quente. Muitos comem e vão para a rua, sem esperança e sem sonhos para construírem as suas vidas".

  • Mais vagas para acolher sem-abrigo

    A Câmara do Porto quer consolidar o Centro de Acolhimento de Emergência de pessoas em situação de sem-abrigo, que funciona desde setembro no antigo Hospital Joaquim Urbano, e aumentar a sua capacidade de 15 para 35 utentes.

    A Câmara do Porto quer consolidar o Centro de Acolhimento de Emergência de pessoas em situação de sem-abrigo, que funciona desde setembro no antigo Hospital Joaquim Urbano, e aumentar a sua capacidade de 15 para 35 utentes.

  • "Não podemos falar de erradicação dos sem-abrigo. É um problema volátil"

    Em entrevista à TSF, a secretária de Estado da Segurança Social recusa a meta do Presidente da República de acabar com os sem-abrigo em 2023.

    Em entrevista à TSF, a secretária de Estado da Segurança Social recusa a meta do Presidente da República de acabar com os sem-abrigo em 2023.

  • Plano para os sem-abrigo

    São mais de 60 milhões de euros, o investimento previsto pelo Governo para o plano para os sem-abrigo.

    O plano coloca em prática a estratégia nacional aprovado em junho em Conselho de Ministros e prevê a criação de uma bolsa de casas sociais.

  • Plano para os sem-abrigo

    20 casas de habitação social para os sem-abrigo é uma das medidas da estratégia para integrar as pessoas em situação de sem-abrigo que é aprovada hoje pelo governo.

    Um plano que chega atrasado, apesar dos repetidos apelos de Marcelo Rebelo de Sousa. O plano aponta 3 prioridades para os próximos 2 anos: Saúde, integração no mercado de trabalho e habitação.

  • Plano de ação para os sem-abrigo

    Os sem-abrigo já têm um plano de ação. Cerca de 100 medidas foram aprovadas por uma comissão interministerial.

    Declarações de Cláudia Joaquim, Secretária de Estado da Segurança Social, Inês Almas, Associação para o Estudo e Integração Psicossocial.

  • Plano estratégico para pessoas sem-abrigo

    O Governo aprovou hoje um plano estratégico para as pessoas sem-abrigo.

    Contempla um orçamento de 60 milhões de euros e abrange um universo de 4 mil pessoas que vivem nas ruas em Portugal. Declarações de Cláudia Joaquim, Secretária de Estado da Segurança Social.

  • 100 medidas com valor superior a 60 ME em 2017-2018

    Habitação permanente, alargamento da intervenção na saúde e integração profissional são algumas das 100 medidas do Plano de Ação 2017-2018 da estratégia das pessoas sem-abrigo

    Elaborado pelo Grupo de Implementação, Monitorização e Avaliação da Estratégia, o plano de ação, da Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo 2017-2023, é discutido e aprovado hoje na primeira reunião da Comissão Interministerial.

  • Plano de ação para os sem-abrigo tem valor superior a 60 milhões de euros

    Habitação permanente, alargamento da intervenção na saúde e integração profissional são algumas das medidas do Plano de Ação 2017-2018 para as pessoas sem-abrigo, disse à Lusa fonte governamental.

    Elaborado pelo Grupo de Implementação, Monitorização e Avaliação da Estratégia, o plano de ação, da Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo 2017-2023, é discutido e aprovado esta terça-feira na primeira reunião da Comissão Interministerial. Como principais medidas do plano, algumas já em desenvolvimento, destacam-se o acolhimento residencial, alargamento e integração da intervenção na área da saúde e a promoção da formação e da integração profissional das pessoas sem-abrigo.

  • O reconhecimento e proteção dos direitos dos sem-abrigo está na origem do lançamento hoje em Roterdão, no Fórum das Cidades, da Declaração dos Direitos dos Sem-Abrigo

    A Declaração de Direitos dos Sem-Abrigo é uma iniciativa da Housing Rights Watch e da Federação Europeia de Organizações Nacionais que Trabalham com Sem-Abrigos (FEANTSA)

    A Declaração de Direitos dos Sem-Abrigo é uma iniciativa da Housing Rights Watch e da Federação Europeia de Organizações Nacionais que Trabalham com Sem-Abrigos (FEANTSA).