Iniciativas

Voltar

SMACTE (Serviço Móvel de Apoio à Comunidade)

Fotografia

O SMACTE (Serviço Móvel de Apoio à Comunidade) é um projeto que nasceu em 2001 através de parceria e cofinanciamento com o IDT (Instituto da Droga e da Toxicodependência) e que desde 2008 se encontra incluído no Programa de Respostas Integradas (PRI) do concelho de Espinho. Atualmente é cofinanciado pelo SICAD (Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências). Trata-se de uma Equipa de Rua que, no âmbito da política de intervenção de Redução de Riscos e Minimização de Danos (RRMD), acompanha pessoas maiores de idade, que apresentem consumos de SPA's (substâncias psicoativas), com maior foco nas ilícitas, e que frequentem o concelho de Espinho. A principal estratégia de ação é a relação de proximidade através de um investimento considerável na intervenção em espaço público e em Unidade Móvel.
 
Numa ótica de proximidade, acessibilidade, complementaridade, pragmatismo e humanismo o SMACTE mantém como objetivos gerais:
  • Promover a redução de riscos e minimização de danos associada aos consumos de substâncias psicoativas e às práticas sexuais; - Promover cuidados de saúde e de higiene;
  • Contribuir para a progressiva estruturação biopsicossocial da população-alvo, impulsionando a promoção da cidadania; e
  • Colaborar ativamente com a comunidade científica, com a comunidade local e com representantes com poder de decisão, com vista a incentivar o desenho de políticas das drogas mais eficazes e a promover uma perceção global positiva da RRMD.
Para que tal seja concretizado a Equipa de Rua SMACTE promove as seguintes atividades:
  • Troca e/ou distribuição de material (material de consumo injetado e/ou fumado, preservativos internos e/ou externos e lubrificantes, pequena refeição/snack, roupas e material de higiene);
  • Cuidados de saúde (primeiros socorros, cuidados de higiene, cuidados de enfermagem, Programa de Substituição Opiácea, vacinação e rastreios, terapêutica medicamentosa, avaliação e consulta médica, educação para a saúde e análises clínicas);
  • Apoio psicossocial (triagem, apoio social, apoio psicológico, avaliação psicossocial, aconselhamento, encaminhamento, acompanhamento, apoio jurídico, acompanhamento ao local/mediação, serviço de lavandaria e distribuição de roupas);
  • Informação e formação (distribuição de material informativo, divulgação de informação e de serviços e ações de (in) formação e sensibilização junto da população-alvo, parceiros e comunidade).
Para além disso, desenvolve ações com impacto (direto e indireto) na comunidade, no âmbito da Saúde Pública.