Notícias

Voltar

Estado apoia pais sozinhos que percam contrato de arrendamento

Fotografia

Programa com medidas específicas para famílias monoparentais carenciadas ou idosos vai em breve a Conselho de Ministros. Faz parte da Nova Geração de Políticas de Habitação. Prevê contratação de 8 mil fogos e inclui financiamento para obras ou construção.

Fonte: Público
Autor: Joana Gorjão Henriques 
Data: 17 de Abril de 2018 
Fotografia: Sebastião Almeida 

Quem viva em condições indignas, seja português ou imigrante, mas não tenha capacidade financeira para encontrar casa no mercado vai poder candidatar-se ao apoio do Governo à habitação através de um empréstimo bonificado para compra, construção de uma casa ou da reabilitação do imóvel onde vive. 
Esta candidatura, intermediada pelas autarquias, vai poder ser feita em nome individual ou através de associações de moradores, por exemplo. Está previsto que, até 2020, o Governo contrate 8 mil fogos de “habitação de interesse social financiada” ao abrigo do 1.º Direito – Programa de Apoio ao Acesso à Habitação, lê-se ainda no Programa Nacional de Reformas (PNR).

Para ler mais carregue aqui.